EMULSÕES FOTOGRÁFICA  - REF 40.XXX

 

Características.

Emulsão Fotográfica é um Produto desenvolvido em meio aquoso de resina de PVA, cuidadosamente balanceada com aditivos e pigmentos dispersos, cujo objetivo é o de confeccionar matrizes serigráficas pelo processo fotográfico.

Indicação para Aplicação e Comportamento.

Produto indicado para confecções de Matrizes Serigráficas, (pelo processo fotográfico)

Resistentes à Água.

Ref.: 40.200 – Amarela  /  Ref.: 40.400 - Azul   /   Ref.: 40.500 – Verde /   Ref.: 40.501 – Verde Relevo

 

Produto indicado para confecções de Matrizes Serigráficas, (pelo processo fotográfico)

Resistentes a Solventes.

Ref.: 40.700 – Lilás.

 

Estes produtos oferecem ótima fixação e alta definição na gravação.

Preparação e Aplicação.

A preparação das emulsões ocorre da seguinte maneira:

1º- Certifique-se de que o local para preparação da emulsão esteja protegido de luz branca ou da incidência de raios ultravioletas, e que tenha como fonte de luz, lâmpada amarela ou vermelha.

2º- Utilizar para cada 10 partes de Emulsão, uma parte de Sensibilizante, ou para cada montante de Emulsão, utilizar 10 % de Sensibilizante Ref.: 40-040 – Foto Sensibilizante (Bicromato)

3º- Misturar bem a Emulsão com o Sensibilizante, até obter uma homogeneização total dos produtos, deixar a mistura em repouso por no mínimo 30 minutos para eliminação de bolhas, de preferência em um armário ou gaveta para que a emulsão repouse fora dos raios UV.

Para aplicação de qualquer uma de nossas Emulsões, é importante que o poliéster esteja esticado de forma adequada, que a limpeza da matriz seja feita de forma correta, desengraxando e lavando adequadamente com água e sabão, secar em temperatura ou em ambiente, evitando tocar no poliéster da matriz na área em que a emulsão for ser aplicada, para evitar o aparecimento de olho de peixe e ou o enfraquecimento da emulsão nas áreas em que foram tocadas.

Com uma calha ou emulsionador, aplicar uma demão de emulsão pelo lado interno da matriz, em seguida aplicar uma demão de emulsão pelo lado de externo da matriz, para finalizar a aplicação, raspar o lado interno da matriz com a calha ou emulsionador para que não haja acúmulo de emulsão.

Deixar a Matriz Serigráfica secar com o lado externo voltado para baixo em temperatura entre 32ºC e 40ºC, ou em temperatura ambiente, desde que não haja umidade ou incidência de raios ultravioletas no local onde a matriz estiver sendo acondicionada, se houver umidade poderá existir a proliferação de fungos na emulsão já aplicada propiciando aparecimento de micro-furos quando a matriz for submetida à produção, se houver incidência de raios ultravioletas o processo de fixação pode entrar em “reação imediata” e dificultar a gravação impedindo a revelação parcial ou total do motivo. 

Gravação:

As fontes de Raios Ultravioletas que o mercado de serigrafia oferece são:

Fluorescentes, Photo-Flood, Xenon, Metal-Halogena ou quaisquer outras fontes de UV.

O ideal é aquela que produz menor calor e maior incidência de UV que é o elemento mais importante para uma boa gravação com recortes perfeitos.

O tempo de exposição da matriz serigráfica aos Raios UV é determinado pelo próprio serígrafo, pois é o único que conhece as reais condições do equipamento e da fonte de UV a ser utilizado.

Revelação:

Após o tempo ideal de exposição aos Raios Ultravioletas, com a matriz ainda no ambiente protegido, esta deve ser umedecida internamente e externamente até o aparecimento do motivo a ser revelado, tão logo a matriz demonstre este motivo, deve-se  submetê-la a jatos de água para revelação, com a matriz molhada podemos acender a luz normal para melhor visualização.

Nossa linha de Emulsões não apresenta dificuldade na recuperação de matrizes, desde que as mesmas não tenham sido catalisadas.

Medidas de Segurança.

Produto desenvolvido para uso PROFISSIONAL.

Este produto não deve ser manipulado por pessoas que não estejam habilitadas pelo conhecimento de preparação e manuseio descrito neste Boletim Técnico.

A Polytex não se responsabiliza pelo uso indevido ou aplicação inadequada de seus produtos, todo e qualquer método ou processo utilizado fora do indicado neste Boletim Técnico, fica por risco e responsabilidade do profissional.